top of page

Nunca perca um post. Assine agora!

Obrigado!

Como o metaverso aterrissa no RH?

Episodio 9: As diversas formas de utilização do metaverso dentro do RH

Tempo de leitura: 2 minutos

No artigo de hoje, vamos aterrissar dentro do RH e entender como o metaverso vem impactando o dia a dia desse setor que carrega a alma da empresa.

Nesse universo tridimensional, com ambientes imersivos, o RH tem feito desde entrevistas virtuais com candidatos até etapas do processo de seleção, onde já é realizada uma primeira trilha de imersão sobre a empresa com o objetivo de gerar acolhimento, mas também de elevar o nível de conhecimento do candadito que está fazendo o processo.

Nas entrevistas virtuais dentro do metaverso, é possível interagir com os candidatos através dos seus avatares. E podem ter certeza de que a experiência é fantástica.


Que mensagem essa empresa passa para os seus potenciais novos colaboradores? De uma empresa inovadora e que cuida das suas pessoas visando oferecer a melhor experiência. E essa experiência pode justamente atrair talentos que se sintam confortáveis pela mensagem preliminar que a empresa está transmitindo ao mercado.

É isso. Quando pensamos em RH, pensamos em pessoas. E o metaverso tem esse “poder” de aproximar, encantar e engajar. Tudo o que o nosso querido RH tem como meta.

As empresas estão sendo bombardeadas com uma carga muito alta de novas tecnologias, mas o RH não pode esquecer de são as pessoas que farão a diferença no sucesso das organizações. A tecnologia anda de braços dados com as pessoas e vem para somar, para facilitar, agilizar processos e tornar a vida mais leve para ser vivida com o auxílio dela.

Em tempos de home office, que ainda é uma realidade nas empresas, facilitar a comunicação e aproximar as pessoas é um grande desafio. O metaverso traz boas soluções, pois pelo caráter imersivo e com as tecnologias adequadas, permite que os avatares se reúnam e fiquem frente a frente, possibilitando uma melhor avaliação do bem-estar e das demandas daquele colaborador.

E, dentro do home office, temos outro grande desafio, que é o engajamento. Como ter a atenção e o foco do nosso colaborador para que ele esteja embarcado no nosso projeto? Podemos contar com o metaverso, utilizando a gamificação como forma de incentivar os times, unir os colaboradores e atrair o foco e a persistência em busca dos objetivos.

Para coroar as diversas utilizações do metaverso no RH, trago umas das principais pautas dos gestores de RH, que são a inclusão e a diversidade. Neste tema, o metaverso é um grande aliado e facilitador da inclusão, pois ele é acessível a todas as deficiências. Pelo seu caráter inclusivo, permite que todos possam entrar, participar ativamente e sentir-se verdadeiramente incluído no grupo.

O metaverso será o grande palco para a solução de muitos desafios do RH. Com certeza, seu braço direito para tratar as dores e inovador para absorver as oportunidades do setor.

Vejo vocês no próximo episódio!


Patricia B. Bordignon Rodrigues é diretora de Marketing e Canais Benkyou. Imagens: Shutterstock

10 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page