top of page

Nunca perca um post. Assine agora!

Obrigado!

Como fazer a IA entrar pela porta da frente no seu negócio?

Episódio 6: Conhecendo mais sobre como a IA pode fazer parte dos negócios

Tempo de leitura: 3 minutos

No artigo de hoje, vamos seguir falando de IA, que é a trend mais falada e pesquisada no momento. O meu objetivo é trazer a cada artigo mais consistência, informações e exemplos ilustrativos que podem ser adotados pelas empresas.

Nesse mar de novidades, apostas e incertezas, as empresas estão procurando avidamente entender mais sobre as possibilidades e oportunidades e, depois, ver como elas podem se encaixar no seu negócio para ajudar no crescimento e na inovação de processos.

E as pessoas? Esse é o capítulo mais importante e, ao mesmo tempo, delicado de gerenciar, pois a maioria das pessoas tem um sentimento comum de que perderão seus postos de trabalho para a inteligência artificial, pois acreditam que ela tem o poder de substituí-los.

Como vemos, são muitas as portas para a IA entrar, mas queremos que ela chegue pela porta principal e que seja recebida por todos os colaboradores como um efusivo “bem-vinda ao time”.

O desconhecido normalmente nos remete ao medo e, por isso, o primeiro passo é torná-lo conhecido por todos. E essa rodada de apresentações não tem apenas a finalidade de compartilhar informações, mas também de despertar nas mentes do nosso maior ativo que são os nossos colaboradores, ideias de como usá-la a nosso favor e como nossa poderosa aliada.

As grandes ideias vêm, na maioria das vezes, de dentro do coração da empresa. Precisamos cada vez mais parar para ouvir suas batidas carregadas de criatividade, com respaldo na prática diária e no domínio completo dos desafios e das fragilidades da operação.

Como falamos acima, primeiro precisamos dominar o máximo possível a IA, para identificar quais serão os nossos objetivos. Para que finalidade vamos implementá-la? O que queremos melhorar nos nossos processos? Queremos aumentar a produtividade? Queremos melhorar a experiência dos nossos clientes, agregando a sabedoria dos dados que a IA vai nos fornecer na nossa comunicação para entender com mais profundidade o que eles esperam? Queremos automatizar processos para otimizar tempo?

Com os objetivos traçados vamos estruturar os passos para a implementação:

  • Desenvolvimento de um planejamento estratégico – aqui será o momento de trazer a sua equipe para pensar. Esse será o momento de elencar os problemas e desafios.

  • Mapeamento de todos os processos – com base em tudo o que foi levantado no planejamento estratégico, agora será o estágio de mapeamento de quais processos realmente necessitam e se beneficiariam da IA.

  • Preparação dos dados para treinamento dos modelos de redes neurais – A IA precisa de dados para poder desempenhar a sua função de forma eficiente. Nessa etapa, precisamos treinar um conjunto de algoritmos. Só temos como fazer isso se tivermos uma análise de altíssima qualidade da nossa base, segundo os modelos neurais. As redes neurais criam sistemas para que os computadores possam aprender com os erros e se aprimorar de modo contínuo.

Como vimos acima, para que a IA entre pela porta da frente no seu negócio, ela precisa ser bem recepcionada, estudada e planejada. Assim, ela trará grandes ganhos para a sua operação e satisfação dos seus colaboradores pela chegada de uma aliada capaz, que vai agregar valor, inovação e resultados para todos.

Encontro vocês no nosso próximo episódio.


Patricia B. Bordignon Rodrigues é diretora de Marketing e Canais Benkyou.

*Este texto reproduz a opinião do autor e não reflete necessariamente o posicionamento da Mercado&Consumo. Imagem: Shutterstock

5 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page